quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

ESPINAFRE E BETERRABA... ELAS TEM FORÇA!!!



Por muito tempo, o nitrato inorgânico foi associado a efeitos negativos à saúde. Algumas pessoas acreditavam que essa substância poderia ser tóxica ao ser humano. Na década de 1990, um grupo de pesquisa do Karolinska demonstrou como o corpo pode converter nitrato em NO, uma molécula envolvida em muitas funções corporais importantes, como a regulação da pressão arterial, a defesa imunológica e o metabolismo celular.
No presente estudo, a mesma equipe reuniu um grupo de voluntários saudáveis, ao qual foi prescrita uma dieta de espinafre ou alface, com o equivalente a 200 ou 300 gramas de nitrato, ou duas beterrabas,  por três dias. Como complemento, os participantes tiveram que realizar uma atividade física: ciclismo.
Os pesquisadores então analisaram amostras de músculos da coxa e os comparou com amostras similares dos mesmos assuntos quando eles tinham tomado um placebo no lugar do nutriente.
Após a ingestão de nitrato, foi observada uma melhoria significativa na eficiência da mitocôndria, que consumiu menos oxigênio e produziu mais ATP -substância rica em energia por molécula de oxigênio consumido.
Os resultados mostraram que o nitrato reduz o consumo de oxigênio durante o exercício físico, eles gastaram de 3% a 5% menos oxigênio, no entanto, também são de importância potencial para doenças envolvendo disfunção mitocondrial, tais como diabetes e doenças cardiovasculares.
O grupo também demonstrou que o nitrato reduz a pressão arterial de indivíduos saudáveis e em animais de laboratório neutraliza os componentes da síndrome metabólica, um estágio de pré-diabetes. Outros cientistas têm demonstrado os efeitos protetores de nitrato e nitrito em modelos animais contra ataques cardíacos e derrames.

E essa não é a única evidência não! Na Inglaterra, houve comprovação científica dos efeitos benéficos da beterraba por meio de um estudo  onde pesquisadores da Universidade de Exeter deram, também a ciclistas, meio litro de suco de beterraba antes do treino durante seis dias.  O resultado foi que eles conseguiram percorrer 16% a mais de distancia percorrida!

Bem, o que vocês estão esperando??? Vai um suco de beterraba aí?

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011