sexta-feira, 28 de maio de 2010

NESTLÉ X SUSTENTABILIDADE

Olá amigos!

Recebi um link que não pude ignorar, por isso resolvi postar para vocês. É intrigante como o tema sustentabilidade está ainda mal interpretado. Uma pena, pois enquanto as pessoas não se conscientizarem da importância,  estamos levando a nossa essência ao fracasso da criação!



A notícia a seguir ocorreu com a empresa Nestlé que resolveu " fazer (ter) " ações  sustentáveis depois de causar danos irreversíveis... Há quem diga que foi uma atitude louvável, eu sou um pouco mais crítica... Acredito mais numa estratégia para "reparar" os danos causados pela mídia social. Não fosse assim, uma empresa tão comprometida com marca, qualidade, cuidado com a saúde das pessoas teria certamente outra conduta.


Estou decepcionada como consumidora que muitas vezes não deu chance de experimentação a outras marcas acreditando nessa QUALIDADE!!! Mas enfim, agora é hora de agir.


Desta vez foi a Nestlé, mas existem inúmeras outras empresas desrespeitando a vida, nos desrespeitando enquanto cidadãos, enquanto consumidores... E o que você vai fazer meu amigo (a)? O que NÓS vamos fazer ? Vamos continuar aceitando as desculpas? Vamos continuar aceitando esse tipo de marketing? Nem eu tenho a resposta para essas perguntas... Mas desafio a vocês a pensarem a respeito!

SE A MASSA TEM PODER PARA MODIFICAR TAMBÉM TEM PODER PARA CRIAR!
 
Segue a matéria:
 
Após denúnica do Greenpeace, Nestlé lança campanha para salvar florestas


Thays Prado 19 de maio de 2010

Em meados do mês de março, o Greenpeace viralizava uma campanha na internet para denunciar que a Nestlé usava óleo de palma da empresa indonésia Sinar Mas para fazer o famoso chocolate KitKat. O problema é que a organização destrói a mata nativa, o que provoca a morte dos orangotangos da região e contribui para que a Indonésia seja o terceiro maior emissor de gases do efeito-estufa (leia o post que publicamos na época e veja o vídeo da campanha http://super.abril.com.br/blogs/planeta/greenpeace-faz-campanha-contra-nestle/  ).
A Nestlé respondeu imediatamente que pararia de comprar o óleo de palma da Sinar Mas. Depois de ouvir centenas de milhares de pessoas dizendo que não consumiriam mais seus produtos, a empresa lança, agora, uma nova política interna que exclui o desmatamento de florestas tropicais de sua linha de produção. Ou seja: não vai comprar nenhuma matéria-prima de fornecedores que tenham plantações ou fazendas de alto risco ligadas ao desmatamento.
O Greenpeace se comprometeu a monitorar a política da Nestlé para verificar se o prometido será mesmo cumprido.
Esse é mais um exemplo de que a mobilização funciona para transformar os maus hábitos das empresas.

http://super.abril.com.br/blogs/planeta/apos-denunica-do-greenpeace-nestle-lanca-campanha-para-salvar-florestas/

3 comentários:

  1. ESTOU ORGULHOSA DE VC, MINHA LINDAAA!TEMOS QUE NOS CONCIENTIZAR COM CERTEZA!

    ResponderExcluir
  2. Que interenssante ....grande iniciativa!

    ResponderExcluir